Notícias

Ministro reafirma o compromisso do Governo do Brasil no andamento de obras prioritárias para país e o Rio Grande do Sul

1 maio , 2020

Mesmo com a pandemia de coronavírus, o cronograma de obras de infraestrutura tocadas pelo Governo do Brasil continua a todo vapor. Em entrevista à Rádio Gaúcha, na manhã desta quarta-feira (29), o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, garantiu a continuidade das obras e os preparativos para concessões previstas no país.

Freitas detalhou os esforços da Pasta para atrair investimentos e avaliou o futuro das concessões de rodovias no Brasil. Segundo o ministro, a expectativa é de que se chegue a R$ 250 bilhões de investimento privado. “Obras de construção, pavimentação, restauração, dragagem e manutenção de pavimentos continuam em pleno andamento, afirmou. “Temos conversado com investidores diariamente. Na verdade, não paralisamos nada no Ministério da Infraestrutura. O investidor, no final das contas, sempre está pensando a longo prazo. Ele sabe que a crise é grave, mas ele sabe que vai passar”, completou.

O ministro também destacou as principais obras que estão sendo executadas no Estado do Rio Grande do Sul, como a entrega de mais um trecho de duplicação da BR- 116/RS, feita em parceria entre o Departamento Nacional de Transportes (DNIT) e o Exército Brasileiro. Foram finalizados mais cinco quilômetros da duplicação da BR-116, no acesso ao município de Barra do Ribeiro. Com isso, o DNIT totaliza a entrega de 74 quilômetros dos 211,2 quilômetros a serem duplicados entre Guaíba e Pelotas.

Sobre a BR-290/RS, Freitas enfatizou a importância da obra para o Estado e apontou o interesse de conceder a rodovia. “Sabemos da importância dessa rodovia para o sistema econômico e estamos estudando a concessão da BR-290. É uma concessão que a gente deve fazer no ano que vem. Enquanto não fizermos, vamos colocar recursos para fazer trabalhos mais pontuais e o DNIT terá um trabalho fundamental na execução desse projeto”, reiterou.

DRAGAGEM – O ministro destacou ainda sobre a conclusão da dragagem do Porto de Rio Grande, um dos maiores do país. Cerca de 42 milhões de toneladas de carga passam pelo porto a cada ano. A obra foi concluída no mês de março.

A dragagem permitirá a navegação de navios com calado maior, garantindo mais profundidade para atracação de navios de carga e segurança para as operações. Isso vai assegurar que os principais armadores internacionais optem pelo Porto, estratégico para o Brasil.

Fonte: Ministério da Infraestrutura

Voltar

Publicidade