Notícias

Malha Sul atrai o interesse de quatro grupos asiáticos

11 abr , 2018

Quatro empresas asiáticas estão fazendo due dilligence para injetar capital na Malha Sul, tornando-se sócia da Rumo na concessão, afirmou o presidente da empresa, Julio Fontana. A Rumo quer atrair um sócio, em princípio minoritário, que possa auxiliar no plano de investimento no ativo, estimado em R$ 4 bilhões. O parceiro aportaria ao menos R$ 1,5 bilhão.

“Os concorrentes são parceiros estratégicos, de longo prazo. Mas não é um processo rápido”, disse Fontana, sem citar nomes. Destacou que a atração de um sócio está atrelada à prorrogação antecipada da concessão da Malha Sul, solicitada ao governo junto com a da Malha Paulista, em 2015.

O investimento prevê, entre outros pontos, a recuperação de uma linha entre Guarapuava e Ponta Grossa, numa distância de aproximadamente 200 km. E a construção de uma linha de aproximadamente 170 km de Maringá até a altura da hidrelétrica de Porto Primavera (SP), no Rio Paraná.

A Malha Sul é a maior concessão da Rumo em extensão, com mais de 7 mil km. Conecta São Paulo aos portos do Sul. A China Communications Construction Company (CCCC) é uma das empresas que estão fazendo due dilligence.

Fonte – Valor Econômico

Voltar

Publicidade