Monthly Archives:maio 2019

ANUT participa de lançamento do Projeto Piloto do Documento Eletrônico de Transporte DT-e

27 maio , 2019

A ANUT representada pelos associados ArcelorMittal e Imerys, marcou presença hoje no evento de lançamento do Projeto Piloto do Documento Eletrônico de Transporte DT-e.
O evento contou com a participação de representantes do Governo, Embarcadores, Transportadores e Motoristas Autônomos. Também estiveram presentes, o Governador Renato Casagrande, Senadores, Prefeitos de Serra e Vila Velha e diversos deputados. O evento teve cobertura da imprensa local com diversos jornalistas. O ministro deu uma entrevista prévia para a imprensa e na sequência fez a abertura da Cerimônia.
O Secretário Marcelo Sampaio, fez a apresentação do DT-e .
O piloto no Espírito Santo terá duração de 90 dias, após isso serão feitas as avaliações de melhorias para replicação a nível Brasil; O Espírito Santo foi escolhido por ter o maior preparo tecnológico e conectividade entre os sistemas necessários para execução do projeto; Renato Casagrande e o Senador Marcos do Val fizeram uma declaração favorável ao projeto e da sua importância para o Estado;
O Ministro Tarcísio disse que a nova tecnologia tem por objetivo unificar cerca de 20 documentos, que são exigidos para operações de transporte de carga no país, “cortando burocracia, otimizando tempo e aumentando produtividade”. O Tarcísio de Freitas disse também que o DT-e tem “potencial de elevar o PIB do setor em 20%”. O Tarcísio falou também da importância estratégica da Ferrovia para o desenvolvimento do Espírito Santo e Brasil, e que irá concentrar esforços para esse modal.
A primeira viagem do DT-e foi realizada hoje no Porto de Capuaba.

Voltar

ANTT abre Audiência Pública sobre Pagamento Eletrônico de Frete

maio , 2019

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) abriu a Audiência Pública nº 4/2019 para revisar a regulação do Pagamento Eletrônico de Frete (Resolução nº 3.658, de 19 de abril de 2011)

Read More…
Voltar
Voltar

ANUT participa de reunião com Ministro da Infraestrutura

16 maio , 2019

O Presidente Executivo Luis Baldez e alguns associados estiveram reunidos ontem com o Ministro Tarcisio Gomes de Freitas na Esplanada dos Ministérios.

Foram tratatos assuntos pertinentes aos modais rodoviário, ferroviário e marítimo.

Estiveram presentes os associados Usiminas, Gerdau, ArcelorMittal, Belgo Bekaert, Aço Cearense, Tenaris Confab, Kepler Weber, Yamana Gold, CBA, Intercement, Braskem, Cenibra, Saint-Gobain, Raízen e RHI Magnesita.

Voltar

ANUT participa da Audiência Pública ANTT em São Paulo

15 maio , 2019

O Presidente Executivo Luis Baldez participou e fez manifestação na Audiência Pública ANTT 02/2019- Tabelamento de Fretes, realizada ontem em São Paulo.

Voltar

ANUT divulga resultados do GT Painel Logístico

13 maio , 2019

A ANUT  apresenta resultados do 1º  trimestre de 2018 do Grupo de Trabalho Painel Logístico.

Read More…
Voltar

ANTT abre Audiência Pública nº 3/2019

maio , 2019

 

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) abriu a Audiência Pública nº 003/2019, com o objetivo de receber contribuições à minuta de resolução que estabelece a metodologia para cálculo dos valores de indenização relativos aos investimentos não depreciados ou amortizados, em bens reversíveis, em caso de extinção antecipada de concessões rodoviárias federais por caducidade, encampação, rescisão, anulação ou relicitação.

O período para envio de contribuições será até as 18 horas do dia 24 de junho de 2019 (horário de Brasília).

A sessão presencial será realizada na cidade de Brasília/DF, no dia 30/5.

SERVIÇO:

Local: Brasília-DF

Data: 30 de maio de 2019

Horário: das 14h00 às 18h00

Local: Auditório Eliseu Resende

Endereço: Setor de Clubes Esportivos Sul, Lote 10, Trecho 03 – Projeto Orla 8 – Edifício Sede da ANTT – 1º subsolo Brasília/DF

Capacidade: 300 lugares

Fonte: ANTT

Read More…
Voltar

Associados ANUT participam da Audiência Pública sobre Tabela de Fretes

9 maio , 2019

Os associados ArcelorMittal e Aço Cearense participaram ontem (08/05), em Belém (PA), da primeira sessão presencial da Audiência Pública nº 002/2019 da ANTT, com o objetivo de tratar da Política Nacional de Pisos Mínimos do Transporte Rodoviário de Cargas, conhecida como Tabela de Frete.

Com um público presente de 37 pessoas, foram registradas 15 inscrições para manifestação oral e protocoladas cinco contribuições por escrito.

 

 

 

Voltar

Ferroeste alcança em 2019 maior faturamento da história

8 maio , 2019
A Ferroeste (Estrada de Ferro Paraná Oeste S.A.) fechou o primeiro quadrimestre de 2019 com um recorde no faturamento: R$ 12,4 milhões – o melhor resultado da história. A receita representa aumento de 40% no faturamento quando comparado com os primeiros quatro meses do ano anterior.

Só em abril, comparado com o mesmo mês do ano anterior, o aumento no faturamento foi de 70%. E a meta deste ano é ainda mais ambiciosa, fechar 2019 com um faturamento bruto de R$ 24 milhões. A cifra representa uma perspectiva de crescimento de 25% em relação ao seu melhor ano, que foi 2018.

MALHA FERROVIÁRIA – Durante o primeiro quadrimestre deste ano foram transportadas 430 mil toneladas úteis. “Este expressivo resultado da Ferroeste, o melhor da história, mostra que estamos no caminho correto ao utilizar a potencialidade da malha ferroviária do Paraná”, avalia o secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex. “Vamos mostrar que é possível fazer a Ferroeste sustentável e superavitária, reduzindo os custos logísticos, deixando o preço do frete mais competitivo atendendo assim mais pessoas e gerando emprego no Estado”, acrescenta.

O diretor-presidente da Ferroeste, André Luís Gonçalves, destaca o alinhamento da companhia com as políticas implantadas pela Secretaria. “Esta importante sintonia da Ferroeste com a Seil, além do apoio e confiança do secretário Sandro Alex em nosso trabalho, tem motivado nossos ferroviários a melhorar ainda mais a gestão da Companhia na busca de melhores resultados promovendo segurança e motivação para trabalhar”, disse.

Para o diretor de Operações da Ferroeste, Gerson Almeida, a safra é um dos motivos do bom resultado financeiro, assim como o transporte de contêineres até o Porto de Paranaguá para exportação.

Outro ponto a destacar é o bom relacionamento com a Empresa Rumo, que opera o trecho Guarapuava/Paranaguá, no tráfego mútuo. Essa parceria é de suma importância para o desenvolvimento das duas ferrovias e do crescimento das cooperativas na região Oeste, afirma Almeida explicando que “o tráfego mútuo é a parceria com a Rumo em que nós fazemos uso de parte da malha ferroviária deles e eles da nossa”.

 

Ferroeste alcança em 2019 maior faturamento da história

CARGAS ALTERNATIVAS – Para o período de entressafra, em que naturalmente o movimento reduz, Almeida aposta no transporte de cargas alternativas pelo fluxo interno – ou seja, pelos 250 quilômetros da ferrovia entre Cascavel e Guarapuava. Dentre essas cargas estão fertilizantes, cimento, contêiner e madeira. “Nos próximos dias iremos até Brasília para avaliar um projeto de adaptações em vagões graneleiros, já encostados, para transformá-los em Sider (vagão aberto) que podem ser usados no transporte de cimento e produtos ensacados”, diz o diretor de Operações da Ferroeste. “A médio prazo, nossa intenção é adquirir mais três locomotivas para atender a safra de 2020”.

HISTÓRIA – A Ferroeste foi constituída, no papel, em 1988. Três anos depois, em 1991, a Assembleia Legislativa sancionou lei que autorizava o Poder Executivo a efetivar sua participação acionária na empresa. Neste mesmo ano foi iniciada, em março, a construção.

Cinco anos depois, em 1996, o tráfego de trens na ferrovia de 248,6 quilômetros, entre Guarapuava e Cascavel, teve início. A obra, feita com recursos do Estado, à época custou US$ 360 milhões, tendo sido executada em parceria com o Exército.

A Ferroeste escoa parcela importante da produção agrícola do Oeste do Paraná, principalmente grãos (soja, milho e trigo), farelos e contêineres frigorificados, com destino principalmente a empresas do Centro do Estado e ao Porto de Paranaguá.

Na importação, a empresa transporta insumos agrícolas, adubo, fertilizante, cimento. A orientação básica da Ferroeste é reduzir os custos logísticos do escoamento da produção e oferecer tarifas competitivas aos produtores da região Oeste, desde que com toda a segurança.

Read More…
Voltar

Publicidade