Notícias

2018: um ano crucial para as ferrovias de carga

2 maio , 2018

Autoridades, representantes das principais entidades do setor e presidentes das concessionárias confirmaram presença no dia 3 de maio, em Brasília

Em 21 anos de concessão à iniciativa privada, as ferrovias de carga investiram mais de R$ 50 bilhões em obras para aumento de capacidade e, com isso, aumentaram expressivamente — 173% em TKU – a quantidade de carga transportada, alcançando o maior valor da sua série histórica, com uma média anual de crescimento de 5,16%. Além disso, as concessionárias foram responsáveis pelo acréscimo de 142% do número de empregos diretos e terceirizados (de 16.662 empregos, em 1997, para 40.398, em 2017) e pela redução de mais de 86% do índice de acidentes na malha concedida. Hoje, mais de 95% dos minérios chegam aos portos pelos trilhos e o modal também responde pelo transporte de mais de 40% das commodities agrícolas exportadas.

Esses números serão apresentados e debatidos no VII Brasil nos Trilhos, principal evento do setor ferroviário de cargas do País. Além de representantes do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, da ANTT, do TCU, do PPI, da EPL, da CNT e das principais entidades do setor, confirmaram presença na programação os presidentes das concessionárias MRS, Rumo, Transnordestina, Vale e VLI. Professor e consultor, o economista Gesner Oliveira apresentará um estudo inédito no painel “A importância socioeconômica do setor ferroviário no Brasil”. Outro destaque será a participação do especialista norte-americano Raymond A. Atkins, ex-conselheiro do Surface Transportation Board – STB, no painel “Aprimorando a regulação: o exemplo bem-sucedido da desregulação nos EUA”.

Para confirmar sua participação na cobertura jornalística do evento, entre no link http://www.antf.org.br/agenda/eventos-da-antf/vii-brasil-nos-trilhos-2/ e cadastre-se no botão “INCRIÇÃO IMPRENSA”.

Fonte – ANTF

Voltar

Publicidade